Pesquisa revela: brasileiros desconhecem os projetos danosos de reformas do governo


Pesquisa realizada pelo Paraná Pesquisas revela que 62% dos brasileiros e brasileiras não tem conhecimento algum sobre as reformas propostas pelo governo e que irão a votação tão logo haja articulação suficiente.

Na semana passada, o presidente da Câmara, Artur Lira (PP/AL), se reuniu com o ministro da economia Paulo Guedes para discutir o cronograma de votação sobre as reformas. O mesmo encontro se deu com o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM/MG). Juntos, os presidentes das casas, recém-eleitos, afirmaram priorizar todos os projetos de reformas, nos primeiros cem dias de governo.

De acordo com o Paraná Pesquisas, as mulheres são as que menos conhecem sobre as reformas. O estudo aponta que 66,2% delas desconhecem o teor das matérias.  Esse número aumenta para 66,9% dos entrevistados quando são moradores do Nordeste e para 70% quando estudaram somente até o ensino médio.

A Fenajufe reforça a importância da campanha midiática no trabalho de convencimento contrário às aprovações. Desde 2020 que as entidades do serviço público se unificaram a luta em defesa do funcionalismo, contra a reforma administrativa e as privatizações. Com essa proposta unificada, surgiu o Movimento a Serviço do Brasil (MSB), que promove campanha nacional de mídia para informar a sociedade sobre todos os danos das reformas.

Os dados da pesquisa foram coletados de 22 a 26 de janeiro, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram consideradas 880 entrevistas com moradores de 208 municípios brasileiros, nos 26 Estados e no Distrito Federal. A margem de erro é estimada em 3,5 pontos percentuais e o grau de confiança do estudo é de 95%.

Acesse pesquisa

https://www.fenajufe.org.br/images/Mi%CC%81diaReformas_Fev21.pdf

Joana Darc Melo, da Fenajufe, com edição do Sintrajusc