Brasil financia obras em países da América do Sul


O Brasil está financiando obras em vários países da América do Sul. São US$ 2 bilhões de investimentos em projetos regionais de infra-estrutura. O objetivo seria nobre, a integração latino-americana, mas é impossível não pensar nos trabalhadores brasileiros, às voltas com dificuldades de toda sorte. O argumento é a coesão do continente. O BNDES, o agente financiador. A Venezuela é a principal beneficiada, com mais de US$ 824 milhões em projetos que já foram aprovados. Isso inclui duas hidrelétricas e a ampliação do metrô de Caracas. Ainda se espera a aprovação de um projeto de uma ponte sobre o rio Orinoco. O Equador está esperando US$ 531 milhões em projetos para estradas e aeroporto. A expansão do gasoduto TGS, que bombeia gás natural da Patagônia até Buenos Aires é outra obra tocada com recursos brasileiros. O BNDES vai fazer um empréstimo de US$ 200 milhões, que será garantido pelo Banco Central da Argentina, e beneficiará construtoras brasileiras e estrangeiras em operações no Brasil.

Fonte: Agências de Notícias