Vexame de reajuste para parlamentares sofre derrota no Congresso


A derrota da pretensão de aumento dos deputados, defendida abertamente pelo novo presidente da Câmara dos Deputados, Severino Cavalcanti (PP-PE), provou que o olhar crítico da sociedade ainda tem poder de reverter medidas absurdas. Enquanto a maioria da população brasileira amarga reajustes ridículos de salário, quando consegue alguma coisa, caso dos servidores públicos federais, que estão há mais de 10 anos sem reajuste, alguns parlamentares têm a desfaçatez de propor esse tipo de medida. O aumento previsto era de 67%. Para os servidores públicos federais, o governo Lula propôs um aumento “simbólico” de 1%. A mobilização da sociedade e de parlamentares comprometidos com a sociedade derrubou a falta de ética.

Fonte: Com informações da Folha de S. Paulo