2 motivos para o servidor aposentado lutar contra a Reforma Administrativa


Os servidores já aposentados do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) também serão afetados pela Reforma Administrativa (PEC 32/2020), caso ela seja aprovada pelo Congresso. Hoje, o índice de reajuste salarial dos servidores da ativa é repassado automaticamente às aposentadorias do RPPS. A Reforma acaba com essa paridade e os aposentados ficarão à própria sorte para conseguir reajustes.

Além disso, a PEC 32 prevê que os novos servidores contribuirão ao Regime Geral de Previdência Social (RGPS) e não ao RPPS. Dessa forma, as contribuições desses novos servidores deixarão de abastecer o regime dos atuais aposentados e serão encaminhadas ao INSS, o que vai gerar um colapso no RPPS e, provavelmente, o seu fim.

As consequências desse colapso são imprevisíveis. A mais plausível é a falta de dinheiro para pagar os benefícios de quem já parou de trabalhar. A PEC 32 representa uma facada nas costas desferida pelo e pela maioria dos parlamentares do Congresso Nacional a quem dedicou a vida ao serviço público. Diga não!

#naoareformadministrativa

#defendaoserviçopublico

#aposentadoriadigna

#aposentados

#pensionistas

#RPPS

#paridade

#direitos

#fonasefe