TRT-SC mantém trabalho virtual enquanto aumentar o número de mortes e infectados em SC


A coordenadora Adriana Ramos representou o Sintrajusc na primeira reunião do Grupo de Trabalho para implementação e acompanhamento das medidas de retorno gradual ao trabalho presencial no TRT-SC, realizada virtualmente nesta sexta-feira (14). Na reunião, a vice- presidente do Tribunal, Desembargadora Teresa Regina Cotosky, e o Corregedor  Desembargador  Amarildo Carlos de Lima afirmaram que não veem a menor possibilidade de retorno  à atividade presencial enquanto o número de mortes e infectados aumentar no estado de Santa Catarina.

Nessa direção, o grupo tem o objetivo de estabelecer regras mínimas para a retomada dos serviços jurisdicionais presenciais em momento oportuno e gradual, prevalecendo o trabalho virtual. O retorno, quando possível, será feito de forma gradual, mantendo a atividade remota para os servidores que estejam em grupos de risco.

Na reunião, foi dito que serão examinadas as características de cada cidade, já que o estado tem regiões bastante diferenciadas.  A representante do Sintrajusc ressaltou  a necessidade de um levantamento pelo Setor Médico do Tribunal junto aos servidores para saber quais  são de grupos de risco e se residem com familiar que seja de grupo de risco, a exemplo do que fez o Tribunal de Justiça do estado de Santa Catarina.  A Vice-Presidente  encerrou a reunião frisando que a ciência é que prevalecerá nas decisões de retomada gradativa  ao trabalho presencial.