Sindicatos cumprem agenda decisiva de mobilização contra a “reforma” administrativa em Brasília


Sintrajusc disponibiliza material explicando sobre as armadilhas do texto substitutivo da PEC

Esta semana é decisiva na luta para barrar a Proposta de Emenda à Constituição nº 32/2020, da “reforma” administrativa, que está em tramitação no Congresso Nacional. A votação está prevista para acontecer dia 16 na Comissão Especial da Câmara Federal, por isso, diversos sindicatos, centrais sindicais e organizações do movimento social e popular estarão em Brasília desde essa terça-feira (14), cumprindo uma agenda de atividades e em manifestação contra a PEC.

Já na terça (14), a partir das 7h30 lideranças sindicais vão recepcionar parlamentares no aeroporto de Brasília.  Às 14 horas, haverá concentração no espaço do servidor, na Esplanada dos ministérios para a realização de uma marcha e ato público na Câmara Federal, às 15 horas.

No dia 15, está agendada uma reunião aberta no Espaço do Servidor às nove horas da manhã para avaliar as ações e decidir os demais encaminhamentos da luta.

Além disso, outras atividades de mobilização estão previstas nos estados. Em Santa Catarina, além de panfletagens, carros de som estão percorrendo ruas em diversas cidades para alertar a população sobre os riscos da PEC para a continuidade os serviços públicos. Nestas terça (14), quarta (15) e quinta-feira (16) uma grande faixa em protesto à Proposta será estendida em locais estratégicos da Capital, como a passarela do CIC, aeroporto e Ponte Hercílio Luz.

O Sintrajusc disponibiliza abaixo um material em pdf para que a categoria tenha entendimento sobre o teor do texto substitutivo da Proposta, apresentado pelo deputado Arthur Maia (DEM/BA). Engana-se quem acha que o novo texto é menos pior que o original. Para ler o material, clique AQUI ou na imagem abaixo.

Boa leitura!

Boa leitura.