Municipários lutam por reajuste salarial e contra Fundo de Previdência


Os municipários de Florianópolis fizeram assembléia nesta segunda-feira, 16, seguida de passeata até o prédio onde está o gabinete do prefeito Dário Berger, na Tenente Silveira. Muitos são os motivos que levam a categoria a parar: a luta pela revogação do Fundo de Previdência; corte das oito horas do quadro Civil; atraso de 60 dias no pagamento dos salários dos ACTs; reajuste salarial previsto para janeiro de 2009 (do Acordo Coletivo 2005) e que não foi cumprido, entre outros pontos. Haverá nova assembléia no dia 31 de março.