Justiça Eleitoral alerta sobre regras no dia da eleição


A Justiça Eleitoral estará atenta para garantir o cumprimento da legislação no dia da eleição presidencial, marcada para domingo (29). O assessor de Planejamento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Distrito Federal, Paulo Lira, lembra que a propaganda política é proibida no dia da eleição. Essa proibição vale, por exemplo, para a distribuição de panfletos e para a realização de carreatas e bandeiraços, que constituem a chamada boca de urna.
O eleitor pode, no entanto, vestir camiseta em alusão ao candidato, em manifestação silenciosa, mas não poderá se reunir com outros eleitores. O prazo para a realização de comícios dos candidatos termina hoje. Já a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão vai até amanhã. O eleitor que não votou no primeiro turno pode votar no segundo.

Apuração rápida

Com apenas um cargo em disputa, o secretário de Tecnologia do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Giuseppe Janino, afirma que a totalização dos votos deverá ocorrer por volta das 23 horas de domingo. “Para o segundo turno, estamos trabalhando com uma meta de atingir 90% dos votos totalizados até as 22 horas.” O secretário estima que, tão logo o vencedor da eleição seja identificado, o presidente do TSE, ministro Marco Aurélio, faça o pronunciamento da divulgação do resultado.

Fonte: Agência Câmara