Fenajufe nos últimos preparativos do maior congresso de sua história


De 27 a 31 de março mais de 600 servidores do Judiciário Federal e do MPU se reunirão em Fortaleza para participarem do 7º Congresso Nacional da Fenajufe. Considerado o principal fórum deliberativo da categoria, por se tratar, inclusive, de um congresso eleitoral, o evento reunirá representantes de todos os sindicatos filiados à Federação. Ao todo, foram eleitos em assembleias gerais, realizadas nos Estados, 492 delegados e 110 observadores, o que garantirá que o 7º Congrejufe seja o maior da história do movimento sindical dos servidores do Judiciário e do MPU.
Entre os pontos da pauta, se destacam os debates sobre conjuntura e a luta pela aprovação dos projetos de revisão salarial. Ao final do congresso, será eleita a nova diretoria que ficará à frente da Federação nos próximos três anos.
A mesa de abertura do 7º Congrejufe contará com a presença de representantes da Fenajufe, dos sindicatos do Ceará (Sinje, Sindissétima e Sintrajufe), da CUT, da CTB, da Conlutas, da FJA (Federação Judiciária Argentina) e da AFJU (Associação dos Funcionários do Judiciário do Uruguai). No mesmo dia, logo após a aprovação do regimento interno do congresso, os participantes assistirão ao painel sobre Conjuntura, seguido de debate, com o presidente da CUT Nacional, Artur Henrique; e com o historiador, Valério Arcary. Ainda no primeiro dia, haverá uma festa de confraternização, organizada pelos sindicatos anfitriões.
Durante o evento, os delegados e observadores se reunirão em grupos de trabalhos para debaterem os pontos da pauta. Todas as propostas que forem aprovadas nesses grupos conforme os critérios estabelecidos no regimento interno serão encaminhadas à apreciação nas plenárias finais, que também votarão o Plano de Lutas e as moções. No domingo, serão apresentadas ao plenário as teses gerais e as teses específicas, que podem ser todas conferidas na página da Fenajufe, no link: http://www.fenajufe.org.br/7Congrejufe/teses/teses.htm.