Confira quadro nacional de greve – Atualizado nesta quarta-feira 23/11


BRASÍLIA – 23/11/11 – A greve por tempo indeterminado em defesa da aprovação dos PLs 6613/09 e 6697/09 atinge os seguintes estados: Bahia, Mato Grosso, São Paulo, Amazonas, Roraima, Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Alagoas, Justiça Federal do Ceará, Justiça do Trabalho de Rondônia e do Acre, além de Goiás, Espírito Santo e Rio Grande do Norte.

Confira o quadro abaixo.

Greve por tempo indeterminado

Sindjufe-BA: Em greve por tempo indeterminado desde o dia 1º de junho. Na assembleia geral realizada no último dia 18, com apenas uma abstenção e nenhum voto contrário, foi mantida a continuidade da greve no estado. Nesta segunda-feira (21) foi realizada atividade com o deputado Valmir Assunção, na 17ª Vara da JF. Nesta terça (22), foram promovidas assembleias setoriais no TRT Comércio, na JF e no TRE. Na quarta (23), uma caravana de servidores da Bahia virá a Brasília para o ato nacional. No estado também será realizado ato, a ser definido pelo comando de greve.

Sindijufe-MT: Em greve por tempo indeterminado desde o dia 7 de junho. Além da capital, a greve atinge mais cidades: Barra do Garças, Santo Antônio do Leverger, Guaratã, Poconé, Guiratinga, Barra do Bugres, Rondonópolis e Várzea Grande. Nesta segunda-feira (21), a atividade da greve foi no TRE.

Sintrajud-SP: Os servidores da Justiça Federal, do TRF e da Justiça do Trabalho da Barra Funda estão em greve. Na capital, a greve também segue forte no TRF-3ª, no Fórum Pedro Lessa, Execuções Fiscais, Criminal, Previdenciário, Juizado Especial Federal, Administrativo e JT/Barra Funda. No interior, na Justiça Federal: Araraquara, Americana, Campinas, Avaré, Guaratinguetá, Guarulhos, Marília, Ourinhos, Piracicaba, Santos, São Carlos, São José dos Campos, São Bernardo, Taubaté, Tupã, Ribeirão Preto e Santo André. Justiça Trabalhista: Barueri, Caieiras, Diadema, Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Itapecerica da Serra, Mauá, Mogi das Cruzes, Osasco, Praia Grande, Ribeirão Pires, São Bernardo, Suzano, Taboão da Serra, Santos, Cubatão, Guarujá. No dia 17 aconteceu assembleia estadual no Fórum Trabalhista Ruy Barbosa, que aprovou continuidade da greve. A próxima assembleia geral será no dia 23, às 14h, em frente ao TRF. Também virá uma caravana de servidores a Brasília para o ato nacional.

Sitra-AM/RR: Os servidores da Justiça do Trabalho no Amazonas e em Roraima estão em greve por tempo indeterminado desde o dia 4 de outubro.

Sintrajufe-MA: Em greve por tempo indeterminado desde o dia 10 de outubro. Iniciada em São Luís, a greve atinge Caxias, Matões, Bacabal, Barão de Grajau, Imperatriz e Timom. A Justiça Eleitoral de João Lisboa, na Região Tocantina, também aderiu à greve. Nesta quarta (23) haverá novo apagão na Justiça Federal do Maranhão e na quinta (24) haverá um ato unificado em frente ao TRE-MA, a partir das 13h. Uma caravana do Maranhão também virá participar do Ato Nacional em Brasília, nesta quarta (23).

Sindjuf-PB: Os servidores do Judiciário Federal da Paraíba iniciaram a greve no dia 13 de outubro. Além da capital, os servidores da JF de Campina Grande também aderiram ao movimento. Atos públicos pela aprovação do PCS estão sendo realizados semanalmente. O TRT suspendeu os prazos processuais enquanto durar a greve e definiu os serviços essenciais no período. A assembleia setorial realizada na última sexta-feira (18) nas Varas Trabalhistas, em João Pessoa, decidiu manter a greve e pelo fechamento dos portões dos acessos ao público, até mesmo para as audiências. Os grevistas também decidiram impedir a realização da Semana Nacional de Conciliação do Conselho Nacional de Justiça na Paraíba. Nesta quarta (23), os servidores também pretendem fazer manifestações. No TRE-PB foi acordado, em assembleia setorial, que os servidores não exercerão suas atividades e o TRT-PB realizará manifestações públicas pela manhã. Além do “apagão” das instituições, um ato público está programado para acontecer às 13h, em frente ao TRE. A categoria reavaliará as decisões tomadas na próxima assembleia setorial, marcada para ser realizada quinta-feira (24), nas Varas do Trabalho, em João Pessoa.

Sintrajufe-RS: Os servidores gaúchos iniciaram a greve por tempo indeterminado no dia 17 de outubro. Na JT, a greve conta com 33 cidades, na JF com 14 e na JE com 4. Na última sexta (18) foi realizado grande ato público, no centro de Porto Alegre, aproveitando a ida do presidente do STF, ministro Cezar Peluso, para o V Encontro Nacional de Judiciário que aconteceu na última semana em Porto Alegre. Nesta quinta-feira (24) haverá assembleia geral da categoria, às 14h30, em frente ao prédio da primeira instância da Justiça Federal.

Sintrajuf-PE: Em Pernambuco, os servidores da JE seguem com a greve pela aprovação do PCS. Estão fechados 40 cartórios eleitorais da Região Metropolitana e interior do Estado. Estão sendo mantidos os serviços essenciais, como emissão de certidão eleitoral e expedição do título de eleitor. Nesta quarta-feira (23) haverá ato público de greve no TRE.

Sisejufe-RJ: Os servidores do estado do Rio de Janeiro entraram em greve por tempo indeterminado no dia 19 de outubro. A mobilização de greve vem sendo intensificada em todos os foros e tribunais da capital. No interior do estado, as seguintes cidades já aderiram à greve: Itaperuna, Campos, São Pedro D'Aldeia, Itaboraí, São Gonçalo, Niterói, Duque de Caxias, São João de Meriti, Nova Iguaçu, Angra dos Reis, Petrópolis, Teresópolis e Volta Redonda.

Sindjufe-MS: Os servidores do Judiciário Federal e do MPU no Mato Grosso do Sul deflagraram a greve por tempo indeterminado no dia 20 de outubro.

Sintrajufe-CE: Os servidores da JF do Ceará iniciaram a greve por tempo indeterminado no dia 24 de outubro. Em todas as quartas-feiras será realizado “apagão” dos trabalhos.

Sindjus-AL: Os servidores de Alagoas entraram em greve por tempo indeterminado no dia 25 de outubro. Os grevistas realizaram, na manhã desta segunda-feira (21), a atividade ‘arrastão’ nos locais de trabalho do prédio sede do TRT para fortalecer o movimento grevista. Nesta terça-feira (22), será realizado grande ato público em frente à Justiça Federal. A concentração será em frente ao prédio das Varas Trabalhistas, a partir das 9 horas. Um ônibus levará os servidores para o prédio da Justiça Federal às 10h30 e o comando de greve pretende iniciar o ato público às 11h. Nesta quarta (23), a greve em Alagoas completará 30 dias, quando o sindicato realizará grande ato público em frente ao prédio das Varas Trabalhistas a partir das 9 horas.

Sinsjustra-RO/AC: Os servidores da Justiça do Trabalho de Rondônia e do Acre aderiram à greve no dia 26 de outubro.

Sitraemg-MG: Os servidores de Minas Gerais estão em greve desde o dia 31 de outubro. No interior, a greve atinge a Divinópolis (JT e JF), Araxá (TRT), Juiz de Fora (JF – 1ª Vara e Setor Administrativo), Uberlândia (JF), Uberaba (TRT e JF), Formiga (TRT), Montes Claros (TRT e JF), João Monlevade (TRT) e São Sebastião do Paraíso (JF). O ato público realizado nesta segunda-feira (21) em frente ao prédio do TRE, reuniu cerca de 250 servidores que, ao som de músicas e apitaços, mostraram suas forças a fim de ver o PL 6613/09 (PCS) ser incluído na LOA 2012. Nesta terça-feira (22), o ato público da greve foi em frente ao prédio do TRT e na quarta (23) uma caravana mineira estará em Brasília participando do grande ato público.

Sinpojufes-ES: Em greve por tempo indeterminado desde o dia 7 de novembro. Na tarde desta segunda-feira (21) o Sinpojufes-ES se reuniu com o deputado do PMDB Lelo Coimbra, para buscar apoio e pedir pressão junto ao líder do partido na Câmara para aprovar os PLs 6613/09 e 6697/09 

Sinjufego-GO: Os servidores do Judiciário Federal em Goiás retomaram a greve no dia 7 de novembro. Na sexta (18), os grevistas fizeram um ato para receber o presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, na Central de Atendimento ao Eleitor. No mesmo horário, foi realizada mobilização como atividade da greve na Justiça Eleitoral. O Sinjufego também iniciou a semana com intenso processo de articulação política junto aos parlamentares de Goiás para garantir a inclusão de emendas no orçamento de 2012 que viabilizem a implantação do PCS.

Sintrajurn-RN: Os servidores do Judiciário Federal do Rio Grande do Norte, em greve há uma semana, se reuniram na manhã da última sexta-feira (18) em um grande ato unificado com o objetivo de parar, simultaneamente, todas as atividades desenvolvidas no TRT, TRE e Justiça Federal. Após o ato unificado, o comando de greve se reuniu e definiu o calendário de mobilização desta semana, que começou com uma assembleia setorial na Justiça Federal, nesta terça-feira (22). Nesta quarta (23) haverá assembleia setorial no TRE, às 16h30 e na quinta (24) haverá panfletagem no TRT, TRE e JFRN.

Assembleias, atos e paralisações

Sindiquinze-SP: Os servidores da JT da 15ª Região decidiram fazer paralisação nos dias 23 e 28 de novembro. Nesta quarta-feira (23), uma caravana da 15ª Região, organizada pelo Sindiquinze, se unirá a servidores grevistas de todo o país para participar do ato convocado pelo Comando Nacional de Greve, em Brasília.

Sintrajufe-PI: No dia 23 de novembro, os servidores do Piauí participarão do dia nacional de luta da categoria, realizando paralisação de 24 horas.

Sindjus-DF: Na sexta-feira (18), o Sindjus-AL realizou reunião com os delegados sindicais, que decidiu passos importantes para a luta da categoria, como a participação do grande ato nacional no dia 23, quarta-feira, Dia Nacional de Luta pela aprovação do PL 6613/09. De acordo com o Sindjus-DF, todos os servidores do Judiciário estão convocados a participar dessa manifestação que vai começar às 15h, na Praça dos Três Poderes.

Sintrajusc-SC: Nesta quarta-feira (23) será realizada assembleia geral, às 16h, na rampa do TRT, para debater a participação na greve por tempo indeterminado. Logo após a assembleia, será realizado ato público no mesmo local.

Da Fenajufe, com informações dos sindicatos filiados