Vergonha: EUA, o país que mais polui, não assina tratado para frear aquecimento Global


Por Imprensa

Entra, finalmente, em vigor na próxima semana, após vários anos de debates, um dos tratados internacionais mais importantes das Nações Unidas: o Protocolo de Quioto, sobre mudanças climáticas.

Plano crucial da ONU, visando frear o aquecimento global do planeta, o Protocolo de Quioto busca impor um teto às emissões de gases nocivos, que segundo os cientistas são responsáveis pelo “efeito de estufa”, que provoca mudanças climáticas, ameaçando a agricultura e milhares de espécies no planeta.

No entanto, o protocolo, assinado por 114 países, não conta com o endosso do maior poluidor do planeta, os Estados Unidos, responsáveis por 25 por centos das emissões de gases na atmosfera, 4 vezes mais do que a Rússia, o segundo maior emissor.

Em 2001, o presidente George W. Bush retirou a adesão dos EUA ao Protocolo de Quioto, afirmando que o tratado era caro demais e que falhava em isentar países em desenvolvimento de sua previsão.

O Programa das Nações para o Meio Ambiente (PNUMA) sustenta que as mudanças climáticas representam a maior ameaça a longo prazo à sobrevivência da humanidade.

Fonte: Portal Vermelho, com informações da Rádio das Nações Unidas