Trabalho presencial no TRE-SC: Sintrajusc apresenta questões ao presidente do tribunal


A coordenação do Sintrajusc levou ao novo presidente do TRE-SC, desembargador Fernando Carioni, em reunião remota realizada nesta terça-feira (18), a preocupação com o atendimento de condições para a volta ao trabalho presencial a partir de 1º de junho com até 25% dos servidores. Participaram as coordenadoras Denise Zavarize, Cristina Assunção e Elça de Andrade Faria. O tema foi discutido ontem (17) no Gabinete de Crise da Covid 19 do Tribunal, que tem como objetivo acompanhar e definir estratégias e enfrentamento à pandemia de Covid-19, e o único voto contrário à proposta foi o do Sindicato, representado pela coordenadora Denise.

A representante do Sindicato afirmou na reunião que todos os indicadores mostram, no TRE-SC, TRT-SC e Justiça Federal, o excelente desempenho dos servidores e servidoras no trabalho remoto, inclusive viabilizando, no TRE-SC, as eleições municipais de 2020. Também foi citado o parecer do médico do trabalho Roberto Ruiz, contratado pela direção do Sindicato para assessorar as questões de trabalho relativas à pandemia. O parecer recomenda a manutenção das atuais condições para resguardar a saúde dos servidores, dada a grave situação da pandemia no estado e o baixíssimo índice de vacinação.

O desembargador Fernando Carioni disse que o Tribunal não irá colocar a vida dos funcionários em risco, existindo, segundo ele, preocupação com “total segurança e acompanhamento médico” do processo, estando, acrescentou, a segurança sanitária em primeiro lugar. Se houver recrudescimento da pandemia, afirmou ele, a medida será suspensa: “Qualquer problema que surgir, vamos retroceder”.

O Sintrajusc vai acompanhar o processo de perto e coloca à disposição dos servidores do TRE-SC, TRT-SC e Justiça Federal o canal de ouvidoria ouvidoriacovid19@sintrajusc.org.br para dúvidas, demandas e relatos.