SPFs se manifestam em Brasília contra aprovação de MPs sem emendas


Cerca de mil servidores públicos federais do país protestam na Esplanada dos Ministérios contra a aprovação de medidas provisórias sem a inclusão de emendas negociadas pela categoria. Ontem, após acordo de líderes e em votação simbólica, a Câmara aprovou 20 MPs que trancavam a pauta da Casa, com o texto original do governo. De acordo com a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), sem as emendas, as medidas prejudicam cerca de 1,4 milhão de servidores.
Entre os principais problemas apontados pelos manifestantes estão a redução dos percentuais de aumento salarial, o aumento da carga horária para várias categorias e a diferenciação de vencimentos de trabalhadores da ativa, aposentados e pensionistas. Com a manifestação, os servidores querem sensibilizar os senadores para que eles incluam as emendas quando forem analisar as medidas provisórias aprovadas na Câmara.

Fonte: Agência Brasil, com Condsef