Sindicatos devem jogar peso nos atos de quarta-feira e enviar representante para o Comando Nacional de Greve


O Comando Nacional de Greve, reunido na tarde desta segunda-feira, 12 de junho, definiu algumas estratégias de atuação para esta semana com o objetivo de fortalecer a luta pela aprovação do projeto que revisa o Plano de Cargos e Salários dos servidores do Judiciário. Diretores da Fenajufe e representantes dos estados do Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Amazonas, Bahia, Minas Gerais e Santa Catarina fizeram uma avaliação sobre os últimos fatos em torno da negociação do PCS e reafirmaram a necessidade de intensificar a luta nesta semana para garantir que o projeto seja aprovado de forma que atenda as reivindicações da categoria.
Após os debates, o Comando Nacional de Greve rejeitou a proposta apresentada pelo governo federal na sexta-feira, 9 de junho. Os integrantes do Comando também orientam que todos os sindicatos discutam com a categoria, em assembléias de base, a proposta e informem o resultado das assembléias à Fenajufe. A conclusão dos participantes da reunião de hoje à tarde é que a greve deve continuar com mais força nos próximos dias para garantir a participação da Fenajufe no processo de negociação e conseguir aprovar a proposta original.
A reunião de hoje também elegeu uma comissão de negociação permanente para acompanhar as negociações com o Executivo e o Judiciário. A comissão será formada pelos diretores da Fenajufe Ramiro López, Démerson Dias, Maria da Graça Sousa e Roberto Policarpo.
A Fenajufe orienta, mais uma vez, que todos os sindicatos em greve enviem um representante para participar das atividades do Comando Nacional de Greve em Brasília. É fundamental que todas as entidades reforcem o Comando, que tem acompanhado o movimento grevista em nível nacional e definido orientações para reforçar a greve em todo o país. Para a próxima semana, nos dias 20, 21 e 22 de junho, foi aprovado o envio de caravanas a Brasília para reforçar as mobilizações junto ao Congresso Nacional, Judiciário e Executivo. A Fenajufe orienta, ainda, que as delegações tragam suas faixas e cartazes para identificar cada estado nos atos em Brasília. Os sindicatos devem enviar à secretaria da Fenajufe a quantidade de pessoas que trarão para Brasília.

Comando Nacional aprova orientações para os atos desta quarta nos Estados

O Comando Nacional de Greve aprovou, ainda, orientações para os atos desta quarta-feira, 14 de junho, com objetivo de unificar palavras de ordem em todas as capitais e mostrar o caráter nacional do movimento grevista. Os integrantes do Comando de Greve avaliaram que a imprensa tem atacado o Poder Judiciário, divulgando informações equivocadas intencionalmente de que o mesmo teria aumentado seus gastos de forma absurda e que estaria querendo a parte do leão no orçamento destinado a servidores públicos. Em resumo, a imprensa tem tratado o Judiciário como uma instituição sem utilidade na sociedade, por isso procura colocar a sociedade contra os servidores.
A idéia sugerida pelo Comando é ao mesmo tempo responder afirmando a utilidade do Judiciário e cobrando da sociedade um posicionamento. Dessa forma foram aprovadas as palavras de ordem abaixo para serem confeccionadas faixas que devem estar presentes em todas as manifestações realizadas nas capitais do país na próxima quarta-feira, independente da existência de outros motes locais. A idéia é mostrar que de norte a sul, de leste a oeste o Judiciário está unido na luta.
O Comando Nacional de Greve ressalta que devem ser confeccionadas faixas grandes para chamar a atenção e sair nas fotos da grande imprensa e na TV. O objetivo é que os atos de quarta-feira tenham grande visibilidade na população, para isso os sindicatos devem convencer todos os servidores a participarem e encher as principais vias das grandes cidades.

Confira abaixo os motes definidos pelo Comando Nacional de Greve.

Investir no Judiciário é
Combater a corrupção
Você é contra?

Investir no Judiciário é
Garantir direito do trabalhador
Você é contra?

Investir no Judiciário é
Combater a fraude eleitoral
Você é contra?

Agenda

Data Atividade Local
13/06 Votação do PL 5845/05 na CCJC BrasíliaPlenário 1 e anexo II da Câmara dos Deputados
14/06 Ato público nos estados Em todo o país
20, 21 e 22/06 Caravanas para Brasília Brasília

Diretores de plantão
Maria da Graça Sousa (DF), Démerson Dias (SP) e Ramiro López (RS)

Jornalista responsável
Leonor Costa – MTb – 4941/DF