Sindicato pede apoio ao PCS à parlamentar catarinense na CFT


O Coordenador do SINTRAJUSC Paulo Koinski apresentou nesta terça-feira, dia 5, à deputada federal Carmen Zanotto (PPS), ofício no qual solicita apoio para a aprovação do Projeto de Lei 6.613/09, o PCS, que trata da revisão salarial dos servidores do Judiciário. Ela é a única titular catarinense na Comissão de Finanças e Tributação (CFT), na qual o projeto está em tramitação.

A deputada mostrou-se bastante favorável à reivindicação dos servidores e disse ao Coordenador do Sindicato que iria conversar com os demais parlamentares da Comissão sobre a demanda da categoria. A CFT tem reunião nesta quarta-feira, dia 6.

Koinski enfatizou que o PL é de iniciativa do STF e seu custo está dentro da margem da Lei de Responsabilidade Fiscal destinada ao Judiciário. Além disso, foi amplamente discutido com os Tribunais Superiores e encaminhado pelo presidente do STF à Câmara dos Deputados, onde já foi aprovado pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público.

A deputada também foi informada de que, no processo de tramitação, a luta para a aprovação do PCS já levou a categoria a duas Greves, uma no final do ano de 2009, cobrando o envio ao Legislativo, e outra na metade de 2010, para que o governo desobstruísse a tramitação. “São dois momentos que demonstraram a determinação desta categoria, que conta com mais de 112 mil servidores federais”, destacou o Sindicato no ofício entregue à deputada. Em 2011 mais uma Greve foi deflagrada, com a participação, até agora, de 11 estados.

Na semana passada e nesta, os grevistas no Distrito Federal fizeram uma série de atividades. Na quinta-feira, dia 30, Ato em frente ao STF cobrou uma posição da cúpula do Judiciário, que desde o dia 24 não dá notícias da conversa que o ministro Cezar Peluso teve com a ministra do Planejamento, Míriam Belchior, sobre o andamento do PL 6.613.