Segundo STF, Ministério do Planejamento não deu resposta sobre PCS


 
     

BRASÍLIA – 15/06/10 – Representantes do Comando Nacional de Greve estiveram na noite desta segunda-feira [14] no Supremo Tribunal Federal para tentar obter informações sobre as negociações entre a cúpula do Judiciário e o Ministério do Planejamento, uma vez que havia a possibilidade de sair uma resposta ainda ontem. Em conversa com o diretor de Recursos Humanos do STF, Amarildo Vieira, os dirigentes sindicais foram informados de que não havia nenhuma resposta do MPOG.

Em contato na manhã desta terça-feira [15] novamente com Amarildo, o Comando de Greve soube que o diretor geral Alcides Diniz realmente se reuniu com ministro Cezar Peluso, mas que ainda não houve qualquer retorno do Ministério do Planejamento a respeito do orçamento necessário à implementação no novo PCS. De acordo com Amarildo, o ministro continua aguardando um retorno dos representantes do Executivo.

O Comando Nacional de Greve está reunido neste momento na sede da Fenajufe, em Brasília, e a orientação continua para que todos os sindicatos intensifiquem as mobilizações com a categoria, até que sejam finalizadas as negociações entre o Judiciário e o Executivo. O PL 6613/2009 é o item sexto da pauta da Sessão Ordinária da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Publico desta quarta-feira, 16 de junho. A sessão será no plenário 12 do anexo II, a partir das 10h30.

A Fenajufe e o Comando Nacional de Greve estão orientando que os sindicatos enviem caravanas de servidores para lotarem a sessão de amanhã da Comissão de Trabalho e garantir a aprovação do novo PCS. Além disso, os grevistas conversarão com outros deputados, especialmente com os da base do governo, pedindo que eles contribuam nas interlocuções, em favor das reivindicações dos servidores.

Da Fenajufe – Leonor Costa