Pesquisa Seade/Dieese aponta que renda cresce pela primeira vez no ano


De Tina Braga*
O desemprego na região metropolitana de São Paulo caiu pelo segundo mês consecutivo em junho, com a criação de mais de 100 mil vagas. Já o rendimento do trabalhador teve a primeira alta após quatro meses consecutivos de queda. A taxa de desemprego recuou para 19,1% — o equivalente a 1,911 milhão de pessoas desocupadas —, ante 19,7% em maio. Segundo a Fundação Seade e o Dieese, que divulgaram as informações ontem, a queda é “usual para o período”. O rendimento médio real do trabalhador ocupado subiu 3,2% em maio (pago em junho) frente a abril para R$ 975, depois de quatro meses de queda. A renda dos assalariados avançou 1,9%, para R$ 1.038.

Em Santa Catarina, 45.155 empregos foram criados no primeiro semestre desse ano. Esse número corresponde a quase o total de novos postos de trabalho abertos durante todo o ano passado.
O setor que mais empregou foi a indústria de transformação, com 26.331 novos empregos.
Os dados foram divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. *(Fonte: Diário Vermelho)