Juventude negra brasileira realiza seu 1º Encontro Nacional


Durante os dias 27 a 29 de julho, a juventude negra brasileira, da cidade e do campo, estará reunida no Centro de Referência Afro-Brasileira de Lauro de Freitas, cidade vizinha de Salvador-BA para o 1º Encontro da Juventude Negra (Enjune). São esperados cerca de 600 jovens, eleitos delegados em etapas estaduais, além de observadores e convidados nacionais e internacionais.
Serão debatidas as inúmeras especificidades da juventude negra do Brasil, considerando-se as diferenças e desigualdades sociais, no que diz respeito à escolaridade, renda familiar, lazer, gênero, saúde, vida rural e urbana, bem como diversos outros fatores que influenciam na vida e no seu destino.
Jovens negros, através de suas manifestações nos setores político, cultural e social, têm alcançado espaços de representação em vários segmentos da sociedade brasileira, apresentando-se como atores e atrizes capazes de estabelecer diálogos, oportunidades, conquistas e propostas políticas.
 
Perfil
 
A organização deste encontro possui um perfil afro-centrado e suprapartidário. Sua construção se dá de forma coletiva, contemplando as diversas juventudes e as particularidades de cada região, apontando para uma organização heterogênea, mas que mantém sua autonomia enquanto juventude negra.
O 1º Enjune é fruto da ação histórica do movimento negro que vem construindo suas alternativas na luta anti-racista e pela promoção da igualdade étnico/racial de oportunidades. A cultura hip-hop, os grupos culturais, a capoeira, as manifestações regionais, os coletivos de estudantes, entre outros grupos organizados, atuam como um amplo movimento que, mostrando capacidade de organização, tem mobilizado jovens negros e negras, denunciando o racismo, a discriminação, a violência e a falta de oportunidades impostas pela sociedade.
Neste sentido, a interação entre estes movimentos através deste encontro dará uma contribuição ímpar à luta dos afro-brasileiros.
 
Movimentos
 
Diversas instituições compreendem que o fortalecimento do protagonismo juvenil é uma das estratégias de ação social mais eficaz para o estímulo à participação cidadã. Dentre elas, a Secretaria Especial de Políticas para a Igualdade Racial (Seppir); Secretaria Nacional de Juventude; Fundação Cultural Palmares;  Ministério da Educação; Ministério da Saúde, através do Programa Nacional de DST/AIDS.
A Rede Abraço da Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária, em parceria com o MDA – Ministério do Desenvolvimento Agrário, através do NEAD – Núcleo de Estudos  Agrários e Desenvolvimento Rural, estará veiculando a cobertura em áudio em seu sítio [www.redeabraco.org], para que, qualquer internauta e as emissoras comunitárias de todo o país possam reproduzí-la gratuitamente, dando a dimensão que este encontro merece e assegurando o enfoque no que tange à problemática dos jovens, especialmente quilombolas, que estão vivendo fora do perímetro urbano.
 
Programação do Encontro Nacional de Juventude Negra
 
27 De Julho – Sexta-Feira
 
Local Da Abertura:  Escola Municipal 2 De Julho End : Rua São Cristovão, S/N -Itinga
 
16h Às 21h – Credenciamento
18h – Abertura
19h – Homenagem Ao Dia Da Mulher Negra Da América Latina E Do Caribe
19h20 – Retrospectiva E Perspectivas Da Construção Do Enjune
20h Às 21h – Painel Genocídio Da Juventude Negra
 
Hamilton Borges – Movimento Negro Unificado / Bahia
Zapata – Juventude Negra / Rio Grande Do Sul
Alexandre Garnizé – Conselho Nacional De Juventude / Rio De Janeiro
Deise Benedito – Fapapreta / São Paulo
Seba Vassou – Fórum Reage Baixada / Rio De Janeiro
Lio Nzumbi – Reaja Ou Será Mort@! / Bahia
 
21hs – Coquetel
 
21h30 Às 23hs – Atividade Cultural – Show Ilê Aiyê
 
28 De Julho – Sábado
 
07hs Às 08h30 – Café Da Manhã
07hs Às 10hs – Credenciamento
09h Às 09h30 – Leitura Do Regulamento Do Enjune
 
09h30 Às 11hs – Painel: Novas Perspectivas Na Militância Étnico/Racial
 
Sônia Ribeiro – Pernambuco
Âgela Guimarães – Coordenação Nacional De Juventude Da Unegro / Bahia
Julio Souza – Movimento Juventude Negra E Favelada / Minas Gerais
Jose Raimundo – Movimento Panafricanista / São Paulo
Lamartine Silva – Mohhb E Conselho Nacional De Juventude / Maranhão
Karine Silva – Coordenação Nacional De Formação Do Movimento Negro Unificado / Bahia
 
11h00 Às 12h30 – Painel: Juventude Negra E Diáspora Africana
Argenis Delgado  – Rede Afrovenezuelana De Juventude Negra / Venezuela
Chriss – Movimento Malcolm X / Estados Unidos
Miguel Pereira – Rede Latinoamerica De Juventude Negra / Uruguai
Larissa Borges – Hip Hop Chama / Minas Gerias
Carlos Moore – Pesquisador / Bahia
Vilma Reais – Ceafro / Bahia
Ndiaye Detoubab – Estudante / Senegal
 
12h30 Às 14hs – Almoço
14h Às 19hs – Rodas De Discussão
 
Cultura
 
Instituição Governamental: Juca Ferreira – Ministério Da Cultura
Mediador: Jorge Hilton – Rede Aiyê De Hip Hop / Bahia
Sociedade Civil: Ãngelo Flávio – Teatrólogo E Ator / Bahia
 
 
Segurança, Vulnerabilidade E Risco Social
 
Instituição Governamental: Luís Fernando Corrêa  Ministério Da Justiça
Mediador: Lio Nzumbi – Reja Ou Será Mort@! / Bahia
Sociedade Civil: Léo Ornelas – Unegro / Bahia
 
Educação
 
Instituição Governamental: Armênio Shimdit – Ministério Da Educação
Mediador: Ladjane Santos – Instituto Cultural Steve Biko / Bahia
Sociedade Civil – Fernanda Felisberto – Kitabu / Rio De Janeiro
 
Saúde Da População Negra
 
Instituição Governamental: Ana Maria Costa – Ministério Da Saúde
Mediadora: Luciane Rocha – Conselho Nacional De Juventude / Rio De Janeiro
Sociedade Civil – Lúcia Xavier – Ong Criola / Rio De Janeiro
 
Terra E Moradia
 
Instituição Governamental: Andréia Butto – Ministério Do Desenvolvimento Agrário
Mediador: Ditinho – Quilombo Urbano De Xambá / Pernambuco
Sociedade Civil: Luiz Gonzaga (Gegê)  – Central De Movimentos Populares / São Paulo
 
Comunicação E Tecnologia
 
Instituição Governamental:Zilda Beatriz – Ministério Das Comunicações
Mediadora: Raquel Quintiliano – Articulação Para O Combate Ao Racismo Institucional / Bahia
Sociedade Civil: Paulo Rogério – Instituto De Mídia Étnica / Bahia
 
Religião Do Povo Negro Brasileiro
 
Instituição Governamental: Jorge Carneiro – Secretaria Especial De Políticas De Promoção Da Igualdade Racial
Mediador: Ulises Soares – Congresso Nacional De Negros Cristãos / Bahia
Sociedade Civil: Jaime Sodré – Pesquisador / Bahia
 
Meio Ambiente E Desenvolvimento Sustentável
 
Instituição Governamental: Givânia Da Silva – Secretaria Especial De Políticas De Promoção Da Igualdade Racial
Mediador: Jorge Poca – Ap / Movimento Afro Jovem Do Amapá
Sociedade Civil: Ana Paula Maravalho- Pe / Observatório Negro
 
Trabalho
 
Instituição Governamental: Renato Ludwig – Ministério Do Trabalho E Emprego
Mediador: George – Instituto Cultural Steve Biko / Bahia
Sociedade Civil: Antonio Nascimento – Consultor Da Fundação Kellogg
 
Inserção Social Nos Espaços Políticos
 
Instituição Governamental: Beto Cury – Secretaria Nacional De Juventude
Mediadora: Larissa Borges – Hip Hop Chama / Minas Gerais
Sociedade Civil: Ivanir Dos Santos – Ong Ceap / Rio De Janeiro
 
Ações Afirmativas E Políticas De Reparação
 
Instituição Governamental: Alexandro Da Silva – Secretaria Especial De Políticas De Promoção Da Igualdade Racial
Mediador: Clãudio Thomas (Tom) – Movimento Panafricanista / São Paulo
Sociedade Civil: Milton Barbosa – Movimento Negro Unificado / São Paulo
 
Gênero E Feminismo
 
Instituição Governamental: Regina Adami – Secretaria Especial De Políticas Para As Mulheres
Mediadora: Lilian Santos-  Clã Nordestino / Maranhão
Sociedade Civil: Ubiraci Matildes – Fórum Nacional De Mulheres Negras / Bahia
 
Lgbt: Identidade De Gênero E Orientação Sexual
 
Instituição Governamental: Ivair Dos Santos – Secretaria Especial De Direitos Humanos
Mediador: Milton Santos – Grupo Estruturação / Brasília
Sociedade Civil: Leila Lopes – Coletivo Nacional De Lésbicas Negras Feministas Autônomas – Candace / Rio Grande Do Sul
 
Inclusão De Pessoas Com Deficiência
 
Instituição Governamental: Elcio Soares – Secretaria Especial De Direitos Humanos
Mediador: Higino Souza –Cotista Da Universidade De Brasília / Brasília
Sociedade Civil: Marina Maria – Ong Escola De Gente / Rio De Janeiro
 
19hs Às 21hs – Jantar
21hs Às 23hs – Atividades Culturais – Samba De Roda E Hip Hop
 
29 De Julho – Domingo
 
07h Às 08h – Café Da Manhá
09h Às 13h – Plenária
Leitura E Aprovação Das Propostas Das Rodas De Discussão
13hs Às 14h30 – Almoço
14h30 – Plenària
Lançamento Do Fórum Nacional De Juventude Negra
Aprovação Do Programa De Ação Da Juventude Negra
Lançamento Da Campanha Contra O Genocidio Da Juventude Negra
17h30 – Encerramento Cultural – Afoxé E Hip Hop
19h – Jantar
 
Fonte: Vermelho