Fenajufe deverá fazer campanha contra assédio moral


Entre as resoluções aprovadas pelos delegados da reunião ampliada no último sábado, 5 de maio, se destaca também a luta contra o assédio moral no serviço público, em especial nos órgãos do Judiciário Federal e do MPU. Na avaliação da Fenajufe e sindicatos filiados, é preciso que as entidades sindicais atuem para garantir políticas que combatam essa prática que tem sido cada vez mais constante nos tribunais, cartórios, varas, fóruns e procuradorias.
Para isso, o plano de lutas aprovado na reunião ampliada afirma que a Fenajufe deverá cobrar dos tribunais e das procuradorias políticas específicas para a superação dos problemas advindos com o assédio moral no Judiciário Federal e no MPU e também promover debates e seminários sobre as relações humanas em todos os órgãos.
Os delegados também aprovaram pressionar os parlamentares a agilizarem a tramitação de projetos no Congresso Nacional que tipificam o assédio moral como crime.

Fonte: Fenajufe (Leonor Costa)