Fenajufe debate PL 319 com Consultoria de Orçamento da Câmara


Os coordenadores da Fenajufe Roberto Policarpo e Lúcia Bernades; o coordenador de Orçamento e Finanças do STF, Gilmar Fontes; e o assessor do setor de Programação Orçamentária e Financeira do STF, José Francisco Campelo da Silva, reuniram-se na manhã desta quarta-feira [28/5] com o responsável pela análise do PL 319/07 na Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira da Câmara dos Deputados, Sérgio Tadao, no sentido de discutir detalhes sobre as pendências para que tramitação normal deste projeto possa ser retomada.

Durante a reunião, Sérgio Tadao expôs detalhes sobre a questão de viabilização financeira desse projeto enquanto que os representantes da Fenajufe e do STF deram subsídios para o relatório do consultor, defendendo a aprovação imediata do PL 319. O consultor foi receptivo às informações recebidas.

O STF ficou de encaminhar as planilhas de adequação à Lei de Responsabilidade Fiscal para o período de 2008-2010 e informará se há necessidade de crédito orçamentário para a viabilização do Adicional de Qualificação e, por conseqüência, do PL 319/07. Roberto Policarpo espera que no máximo em uma semana todos esses passos possam ser feitos e o projeto volte a tramitar. A luta das entidades sindicais é para aprovar o PL 319/07 antes do recesso parlamentar. Para isso, os coordenadores da Fenajufe continuarão o trabalho de articulação com o diretor geral do Supremo.

Da Fenajufe, com Sindjus/DF