EUA tentam vender idéia de intervenção nos países da América Latina


Os EUA aproveitaram o primeiro dia da assembléia da Organização dos Estados Americanos (OEA), no domingo, em Fort Lauderdale, na Flórida, para lançar a idéia de intervenção nos assuntos internos dos países do hemisfério. Sob o pretexto de monitorar a democracia nos países do continente, a secretária de Estado, Condoleezza Rice, apresentou a proposta de criar um “mecanismo” na OEA que possibilite intervir nos países da região. Para os outros países-membros, como Brasil, Argentina e México, a proposta é uma tentativa explícita de intervenção na Venezuela, em primeiro lugar, mas abre também espaço para intervenção em outros países.

Com informações do Diário Vermelho