Violência doméstica: governo inaugura Central de Atendimento à Mulher


“Uma ligação que pode ser o diferencial na vida de uma mulher, para fazer com que ela rompa o ciclo da violência” (opinião de uma das atendentes que irá fazer parte da equipe da Central de Atendimento à Mulher).
Nesta sexta-feira, 25/11, Dia Internacional da Não-Violência contra as Mulheres, a Secretaria Especial de Políticas para Mulheres (SPM) inaugura a Central de Atendimento à Mulher com o número 180. Ao discá-lo, mulheres de todo o País poderão, finalmente, denunciar a situação de violência a que estão submetidas e também receber ajuda e orientações de como enfrentá-la.
O lançamento da Central marca o início da campanha do Governo Federal no Dia Internacional da Não-Violência Contra as Mulheres. A ministra da Secretaria Especial de Políticas para Mulheres, Nilcéa Freire, junto com o ministro da Saúde, Saraiva Felipe, e o secretário nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, Luiz Fernando Corrêa, inauguram a Central durante cerimônia no auditório do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, às 9h30.
A primeira ligação para a Central será a da ministra. Durante o evento, a ministra também apresentará um balanço das ações da Secretaria de Políticas para Mulheres, de 2003 a 2005, relacionadas ao enfrentamento à violência contra a mulher.
Ao lançar o serviço – Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180 – o Governo Federal fortalece a política nacional de enfrentamento à violência contra a mulher e atende a uma demanda de muitos anos dos movimentos feministas e de mulheres e de todos aqueles que atuam no contexto de mulheres em situação de violência.
As beneficiárias diretas desse serviço serão as mulheres, mas o enfrentamento contra a mulher repercute positivamente sobre toda a sociedade. Estas informações são da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres.

Fonte: Agência Diap