Veja como foi a paralisação nacional na quinta-feira


Confira o quadro nacional da greve

Sitraemg – Nesta quinta-feira, dia 27 de abril, cerca de 500 servidores do Judiciário Federal em Minas Gerais se concentraram em frente à Justiça Federal e seguiram em passeata até o TRE.

Sindjus/DF – Os servidores decidiram fazer nova paralisação na próxima quarta-feira (03/05), com a ida de toda a categoria à sessão da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara, programada para se realizar às 10h, no plenário 4, do anexo II da Câmara dos Deputados. No final da reunião, nova assembléia avaliará a situação do projeto e definirá os rumos do movimento, discutindo o indicativo de greve por tempo indeterminado.

Sindjufe/MT – A paralisação do Judiciário Federal em Mato Grosso contou com uma boa participação da categoria, conforme avaliou o Sindjuf/MT. De acordo com o sindicato, em Rondonópolis e Careces, cidades do interior do estado, a paralisação foi de duas horas, das 12 às 14h. Na capital, Cuiabá, a paralisação na Justiça Federal também foi de duas horas, com uma assembléia que reuniu 61 trabalhadores.

Sindjuf/PB – Os servidores do Poder Judiciário Federal no Estado da Paraíba retomam suas atividades normais nesta sexta-feira, dia 28, depois de uma paralisação que durou 48 horas. O Sindjuf/PB considerou muito positiva a mobilização na Paraíba, onde conseguiu mobilizar mais de 1200 servidores das três justiças federais: TRT, TRE e Justiça Federal, incluindo as varas e zonas do interior.

Sindiquinze/SP – A greve de 48 horas no TRT da 15ª Região, sediado em Campinas/SP, foi considerada bastante positiva pelo Sindiquinze/SP. A adesão da categoria foi boa, sendo que a greve atingiu várias cidades da região.

Sintrajud – A assembléia geral dos servidores do Judiciário Federal em São Paulo, que encerrou o segundo dia da paralisação de 48 horas, decidiu que a greve por tempo indeterminado começa em São Paulo na quarta-feira que vem, dia 3 de maio. No dia seguinte, nova assembléia vai avaliar os resultados da paralisação e da reunião nacional da categoria para decidir os rumos do movimento.

Sindjuf/PAAP – Mais de 80% dos servidores do TRE-PA, mais de 150 servidores do TRT-8ª e 90% dos servidores da vara trabalhista de Macapá (AP) paralisaram as suas atividades no dia de ontem numa ampla mobilização nos dois Estados pró-PCS. No TRE, a paralisação foi ainda significativa, tendo em vista que cerca de 100 servidores do órgão foram deslocados para o ginásio de uma escola federal local (CEFET) onde funcionou o Central de Atendimento ao Eleitor (CAE).

Sisejufe/RJ – O Sindicato realizou ontem uma grande passeata pela Avenida Rio Branco, a principal Avenida do Centro do Rio de Janeiro, com mais de 300 servidores, coroando um dia vitorioso de paralisação. Graças à dedicação dos companheiros do Comando de Greve (formado por diretores do sindicato e companheiros da base) e dos piquetes, que se entregaram de corpo e alma a arrastões de convencimento pelos fóruns da capital, foi possível mobilizar um bom contingente de servidores, que chamou a atenção da população do Rio de Janeiro.

Sintrajurn – Nos dias 26 e 27 de abril, o Sintrajurn promoveu mobilização com trio elétrico em frente ao TRE, TRT e Justiça Federal em Natal. Cerca de 100 funcionários participaram das mobilizações, enquanto o restante da base apoiou o movimento.

Sindjus/AL – Na assembléia, foi aprovada a realização de assembléias setoriais com indicativo de greve, na próxima quinta-feira, dia 04 de maio, em frente aos tribunais (TRE, TRT, Justiça Federal) e na Procuradoria Regional do Trabalho.