Trabalhadoras acampam em Brasília para discutir direitos das mulheres


Para marcar o Dia Internacional da Mulher, cerca de 300 trabalhadoras do campo e da cidade do Distrito Federal e Entorno estão reunidas em Brasília desde o último domingo [05] para uma atividade de formação e reivindicação. Localizado no Ginásio Nilson Nelson, o VI Acampamento de Trabalhadoras do DF é organizado pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra [MST], com a participação dos movimentos dos Trabalhadores Desempregados [MTD] e o estudantil Passe Livre [MPL].
No acampamento, acontecem debates sobre temas como saúde feminina, violência contra a mulher, documentação das trabalhadoras rurais e Direito Previdenciário. Para Lucinéia Gomes de Araújo, da direção estadual do MST, o caráter formativo da mobilização é fundamental para os movimentos sociais presentes.
”É importante este espaço de formação para que as mulheres tanto do campo quanto da cidade que estão aí organizadas tenham informações sobre seus direitos, das dificuldades, do seu papel na sociedade, do por quê estar lutando pela reforma agrária e pelos seus direitos”.
Além da formação, o acampamento pretende ser também um espaço para que as mulheres exijam políticas públicas específicas para estimular e viabilizar a participação das mulheres na produção agrícola, no combate à violência doméstica e na reforma agrária. A mobilização acontece até esta quarta-feira [08].

Fonte: Agência Notícias do Planalto