Supremo e Planejamento dizem que proposta pode sair nesta sexta, 23, ou segunda, 26


Enquanto os servidores realizavam um Ato Público em frente ao Ministério do Planejamento ontem à tarde, os diretores da Fenajufe que integram a comissão de negociação permanente sobre o PCS se reuniram com a secretária-adjunta de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Marilene Ferrari Lucas, para cobrar uma posição a respeito do conteúdo da proposta apresentada pelo STF.
De acordo com a secretária, os ministérios envolvidos nas negociações ainda não fecharam uma proposta definitiva de acordo, mas isso deve acontecer no máximo até o início da próxima semana. Segundo a secretária, o ministro Paulo Bernardo teria uma reunião com a presidência do STF ainda na noite de ontem para tratar do PCS dos servidores do Judiciário Federal.
Marilene adiantou que as negociações em torno da primeira parcela do plano, que deve ser paga ainda este ano, já estão adiantadas e o que está sendo negociado são os valores referentes às parcelas de 2007 e 2008. A secretária se comprometeu a repassar ao ministro Paulo Bernardo informações da reunião com a Fenajufe. Ao final da reunião, os representantes da Federação ressaltaram que a categoria, em greve há 20 dias, espera uma rápida solução para o impasse e reafirmaram a urgência de se fechar uma proposta para que o projeto seja votado logo no Congresso Nacional. Logo após, a Fenajufe se reuniu com o diretor Geral do STF, que confirmou o andamento adiantado das negociações e disse esperar que uma proposta seja concluída até amanhã.