Sintrajusc e mais dois Sindicatos debatem saúde dos servidores


A saúde e as condições de trabalho dos servidores foram os temas da reunião realizada ontem (21) em Florianópolis entre o psicólogo Arthur Lobato e representantes do Sintrajusc e do Sinjusc (sindicato dos servidores do Judiciário estadual). Lobato é responsável pelo Departamento de Saúde do Trabalhador e Combate ao Assédio Moral (DSTCAM) do Sitraemg (sindicato dos servidores de Minas Gerais) e estava na capital para participar de um evento na UFSC. Pelo Sintrajusc participou a coordenadora Denise Zavarize e, pelo Sinjusc, o secretário de Finanças e Patrimônio, Cláudio Del Prá Netto, e o psicólogo Mateus Mendes. A reunião com os dois Sindicatos foi intermediada pelo médico do trabalho Roberto Ruiz, que já fez trabalhos com o Sintrajusc.

A conversa explicitou pontos em comum entre os Sindicatos em pautas que envolvem condições de trabalho, saúde, assédio e cobrança excessiva de metas, em especial no contexto do processo eletrônico. Lobato observou que a pilha de processos que antes caracterizava os ambientes de trabalho continua, mas agora de forma virtual. Com o processo eletrônico, a sensação de “dever cumprido” não existe, porque o servidor sai do local de trabalho sabendo que, com o PJE, o andamento processual não para à noite ou nos finais de semana ou feriados.

A cobrança de metas também foi abordada por ser imposta sem considerar as particularidades da situação de cada trabalhador, como, por um exemplo, um a pouco tempo de se aposentar e outro recém chegado ao serviço público. Denise também relatou a preocupação do Sintrajusc com as novas realidades impostas pela reforma da previdência. Com as mudanças, muitos colegas que começaram a trabalhar antes dos 20 anos e estavam prestes a completar os critérios para usufruir da aposentadoria foram obrigados a continuar na ativa, muitas vezes tendo, ao longo dos anos, acumulado problemas de saúde de menor ou maior gravidade. Com isso, projetos de vida são frustrados e as metas e exigências tornam-se ainda mais pesadas.

A partir da reunião, o objetivo é estreitar o trabalho entre os Sindicatos para que esses e outros problemas sejam enfrentados de forma coletiva.