Sindjufe-BA realiza assembleia no primeiro dia de greve no TRE


Dando início às atividades de greve no Judiciário Federal na Bahia, que na Justiça Eleitoral começou na sexta-feira [07], o Sindjufe-BA realizou assembleia setorial no TRE para informar como está o movimento no país e discutir algumas questões particulares do tribunal.

Na ocasião coordenadores do sindicato e servidores ratificaram a necessidade de fortalecer o movimento para que a categoria saia vitoriosa nas lutas pelo PCS e contra o PLP 549/09. De acordo com o coordenador geral do sindicato, Rogério Fagundes, que entrou em contato com o diretor de Gestão de Pessoas do Supremo Tribunal Federal, Amarildo Vieira, a informação é que até agora não houve avanço no processo de votação do PCS da categoria. Daí mais um motivo para intensificar ainda mais o movimento.

Nos informes Rogério falou sobre o encontro que o Sindjufe-BA promoveu entre os representantes do Judiciário Federal na Bahia e servidores, realizado no último dia 3, e ressaltou que a reunião foi muito importante tanto para os servidores – já que as autoridades mostraram-se aliadas à aprovação do PCS e reprovação do PLP 549/09 – quanto para o Judiciário Federal na Bahia.

O dirigente sindical também informou que semana passada recebeu contato dos servidores da Justiça Federal Militar na Bahia e na sexta-feira pela manhã foi realizada uma assembleia, na qual estes servidores deflagraram greve também por tempo indeterminado a partir do dia 12 de maio em favor do PCS do Judiciário Federal e pela não aprovação do PLP 459/09.

De acordo com o sindicato, por unanimidade os servidores da JM mostraram-se interessados em unir-se ao Sindjufe-BA. Essa decisão será ratificada na assembleia geral que o sindicato realizará no dia 12, a partir das 9h30, na sede administrativa própria do sindicato.

Fonte: Sindjufe-BA