Sindicato Nacional dos docentes instala comando de greve


A greve nacional dos professores está crescendo nas universidades federais. Em onze instituições, os professores paralisaram pelo atendimento das reivindicações do movimento docente, que incluem a criação de uma gratificação fixa com paridade para ativos e aposentados. O Comando Nacional de Greve do Andes-SN será instalado hoje (18/08), em Brasília. Em oito universidades, os docentes mantêm indicativos de greve com data (seis para esta semana) e em oito foi aprovado indicativo sem data específica.

Já estão em greve: Federal de Rondônia, Federal do Pará, Ciências Agrárias do Pará, Federal do Amapá, Federal da Bahia, Federal de Goiás, campus do Catalão, Federal de Uberlândia (inclusive os professores de 1º e 2º graus), Federal de Juiz de Fora (inclusive os docentes de 1º e 2º graus), Federal Lavras, Rural do Rio de Janeiro (com parte dos professores de 1º e 2 graus) e Escola Paulista de Medicina.

Para atender às reivindicações dos professores, o governo precisa adicionar um montante de R$ 72 milhões aos recursos já apresentados pelo Planejamento (R$ 372 milhões).

O quadro atualizado da greve nacional dos docentes está no site www.andes.org.br

Fonte: CUT Nacional