Seminário Estadual vai traçar rumos da nossa luta


Por Marcela Cornelli

A pauta de reivindicações e nosso plano de lutas para 2004 serão discutidos no seminário deste sábado. Todos devem estar presentes!

Afinal, para onde vai o governo Lula? Todos se perguntam, e as respostas são variadas. O governo está perdido ou pode mudar de rumo? O que é melhor para a luta dos trabalhadores: derrubar o governo Lula ou corrigir seu rumo? Estas questões têm sido as principais discussões no meio dos servidores federais e dos demais trabalhadores.

O ano que termina foi marcado por mais uma greve contra a política neoliberal de reformas do FMI. Que avaliação podemos fazer da nossa luta? Para responder estas questões o SINTRAJUSC está convocando um Seminário Estadual para este sábado, dia 15 de novembro, em Florianópolis. O sindicato considera da maior importância a participação de todos os que se preocupam com os rumos da nossa luta, os que se sentem comprometidos na reconstrução do nosso país, posto abaixo por anos de política neoliberal e têm consciência de que isto só se fará se todos estivermos unidos e prontos para as batalhas do dia a dia. Nenhum governo substitui o povo nas ruas e os trabalhadores lutando pelos seus direitos de classe. O Seminário, anteriormente marcado para 1º de novembro, precisou ser adiado devido ao apagão que atingiu Florianópolis, como todos os colegas do Interior puderam acompanhar pelos noticiários.

As discussões do Seminário servirão para embasar as propostas que serão defendidas pelos delegados de SC na Plenária Nacional da FENAJUFE que acontece nos dias 28, 29 e 30 de novembro em Teresina (PI) e que serão eleitos em Assembléia Geral. Na pauta do Seminário Estadual estão: Conjuntura; Avaliação da greve contra a reforma da Previdência; Reformas; Organização sindical; Pauta de Reivindicação e Plano de Lutas.

ALCA, transgênicos, reformas sindical, trabalhista e, novamente, do Judiciário estarão com certeza no Plano de Lutas para o próximo ano. É o momento também de aprovarmos nossa pauta de reivindicações para o próximo ano.

Programação:

Das 9h às 12h – Conjuntura (greve, reformas) e Organização Sindical

Das 14h às 17h -Pauta de reivindicações e Plano de lutas.

Da Redação