Prazo é cada vez menor para aprovação do PCS; categoria tem que intensificar mobilização


Mais do que nunca, o momento é de intensificação das mobilizações pelo projeto de lei 5845/05 (PCS). Não há outra saída para que os servidores do Judiciário Federal tenham alguma conquista neste ano. Os servidores que participaram da assembléia desta quinta, 9, no TRT, entendem que, como o ano é eleitoral, os prazos são cada vez mais curtos para a aprovação do PL, que tramita na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara. Portanto, não há outro caminho a não ser a intensificação da mobilização em todo o País. Os servidores devem se engajar definitivamente nessa luta. A lembrança foi a greve do final do ano passado que, apesar de não ser tão significativa quanto outras greves da categoria, mesmo assim conseguiu encaminhar o PCS para o Congresso.
Além dessa questão, foi debatido o caso das emendas apresentadas ao projeto, que podem atrasar a tramitação do PL na Comissão de Tributação e Finanças. Como são quase todas referentes à situação dos Oficiais de Justiça, Fenajufe e Fenassojaf discutem a melhor forma de encaminhar o projeto de lei do PCS sem que os interesses do conjunto dos servidores do Judiciário Federal sejam prejudicados. Os servidores do TRT que participaram da assembléia decidiram levar para a ampliada da Fenajufe a posição de que o projeto de lei tem de ser aprovado sem emendas, para ter tramitação mais rápida. Os servidores lembraram da tramitação na Comissão do Trabalho, em que as emendas foram retiradas pelos deputados e o projeto foi analisado e aprovado rapidamente.

Maior envolvimento da categoria

Em função das dificuldades de percorrer todos os locais de trabalho, já que há apenas um diretor liberado, os servidores decidiram também atuar para ampliar o envolvimento da categoria na tarefa de mobilização. Todas essas questões serão discutidas na reunião ampliada da Fenajufe de domingo. Durante a assembléia, foram eleitos os servidores Fernando e Adriana, como delegados para a ampliada da Fenajufe. Guido e Marli são os suplentes. Na segunda-feira, 13, o Sintrajusc informará à categoria o resultado da reunião ampliada.