Pela reposição das perdas salariais, a greve continua, indica CNG Ampliado


Foi definida pelo Comando Nacional de Greve Ampliado, reunido em Brasília nesta quinta-feira, 10, a indicação de manutenção da greve dos servidores do Poder Judiciário Federal. A medida é parte de um conjunto de encaminhamentos aprovados nesta reunião, que estabelecem diretrizes para os sindicatos filiados, em relação ao movimento.

Na abertura, dirigentes e representantes sindicais fizeram um minuto de silêncio em homenagem a Élcio Berer Kozminski, falecido no domingo, 6, vítima de um infarto sofrido em 2 de setembro, após a manifestação dos servidores na Esplanada dos Ministérios. Kozminski era servidor da Justiça Federal do Paraná e estava em Brasília para a sessão do Congresso Nacional cancelada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB/AL).

Participaram desta reunião do Comando Nacional de Greve Ampliado 14 sindicatos filiados: Sindjus/DF, Sinjuspar/PR, Sintrajufe/RS, Sitraemg/MG, Sisejufe/RJ, Sintrajud/SP, Sintrajufe/MA, Sinjutra/PR, Sindjufe/BA, Sindjus/AL, Sinpojufes/ES, Sindijufe/RO-AC, Sindiquinze, Sinje/CE e Sintrajurn/RN. Pela Fenajufe, participaram os coordenadores Adilson Rodrigues, Cledo Vieira, Mara Rejane Weber, Saulo Arcangeli, Tarcísio Ferreira, Carlos Humberto Rodrigues, Joaquim Castrillon, Iracema Pompermayer, Cleber Aguiar, Edmilton Gomes, Alexandre Magnus, Eugênia Lacerda e Ramiro López.

Encaminhamentos

Após os debates, o CNG aprovou os seguintes encaminhamentos:

– CNG orienta esforço nacional pela a manutenção da greve.

– Realização de apagões em todos os estados conjugados com caravanas nas datas-chaves.

– A Fenajufe deverá participar da audiência pública sobre o PL 2648/2015 para defender a  pauta de reivindicações da categoria.

– Para melhor organizar os trabalhos no Congresso Nacional a Fenajufe indicará dois representantes e cada sindicato indicará um, para coordenar os trabalhos.

– Buscar união de esforços com outras entidades que também tenham interesse na apreciação dos vetos presidenciais pelo Congresso Nacional.

– Cobrar do Judiciário que priorize a recomposição salarial dos servidores, em detrimento de juízes e cargos comissionados.

Calendário

O calendário de atividades da mobilização para os próximos dias, ficou assim definido:

15/9 – Reunião do CNG às 10 horas e às 18h30, reunião do Fórum dos SPFs.

16/9 – Fazer apagões nos estados com representações em Brasília para o trabalho no CN.

18/9 – Orienta a participação na marcha dos trabalhadores em SP e 19/9 – participação no encontro nacional dos trabalhadores em SP.

22 e 23/9 – Apagão geral com caravanas a Brasília pela derrubada do veto 26/2015, com ato nacional em Brasília, às 15 horas.

22/9 – Orienta a participação na marcha nacional unificada dos SPFs.

23/9 – Reunião do Comando Nacional de Greve, às 10 horas, com avaliação dos desdobramentos do  dia anterior.

24/9 – Rodada de assembleias nos estados.

da Fenajufe, Luciano Beregeno