Nepotismo: Cerca de 2,6 mil parentes de juízes já foram exonerados


Levantamento da Ordem dos Advogados do Brasil [OAB] mostra que, após a proibição do nepotismo no Poder Judiciário, foram exonerados cerca de 2,6 mil parentes de juízes em todo o país. O número foi divulgado pelo presidente da Comissão de Combate ao Nepotismo do Conselho Federal da OAB, Wladimir Rossi Lourenço.
A proibição do nepotismo no Judiciário está prevista em resolução do Conselho Nacional de Justiça [CNJ], publicada em 14 de novembro no Diário Oficial da União. No dia 16 de fevereiro, o Supremo Tribunal Federal [STF] declarou a norma constitucional. A decisão é retroativa ao dia 14 de fevereiro, último prazo fixado pelo CNJ para que os tribunais exonerassem os parentes de juízes.

Fonte: Fenajufe