Municipários de Florianópolis entram em greve por tempo indeterminado


Na Assembléia da última terça-feira, 25 de março, os municipários de Florianópolis entraram em greve por tempo indeterminado porque a contraproposta do Executivo não atendeu a Pauta da data-base. Houve ato público na frente da Catedral e caminhada na centro da Capital.

Foram cerca de três mil trabalhadores que, na Assembléia, avaliaram o andamento das negociações e decidiram que somente a greve poderá fazer o Prefeito Dário Berger atender as reivindicações da categoria, principalmente em relação ao ticket alimentação e o zeramento das perdas salariais no governo de Angela Amin (restam 5,82%).