Líder do governo na Câmara diz que salário mínimo de R$ 320,00 está descartado


Por Imprensa

O líder do governo na Câmara dos Deputados, Professor Luizinho (PT-SP), afirmou hoje que é provável que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva decida o novo valor do salário mínimo até quarta-feira (15/12). Luizinho disse que Lula irá estudar as hipóteses apresentadas durante a reunião:

A hipótese de aumento para R$ 320, reivindicada pelas centrais sindicais, foi descartada por Luizinho. Segundo ele, cerca de três mil municípios brasileiros não teriam condições de suportar um aumento significativo do salário mínimo.

Professor Luizinho confirmou que o presidente terá na próxima quarta-feira audiência com representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), que seguem de Valparaíso (GO) em marcha para Brasília a partir de hoje (13/12).

Sobre o imposto de renda, o deputado afirmou que o assunto será analisado com mais cuidado nos próximos dias.

Fonte: Agência Brasil