Fenajufe continua acompanhando no CSJT a tramitação do processo de reenquadramento dos auxiliares judiciários


Dando continuidade ao acompanhamento do processo sobre a transformação dos auxiliares em técnicos judiciários no âmbito da Justiça do Trabalho de primeiro e segundo graus, os coordenadores da Fenajufe, Cledo Vieira e Jacqueline Albuquerque, estiveram no Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) nesta segunda-feira (05/08).

Os representantes da Fenajufe foram recebidos pelo relator do processo CSJT-AN-4341-93.2013.5.90.0000, ministro Aloysio Corrêa da Veiga, que disse estar tomando todas as providências para incluir o reenquadramento do cargo de auxiliar judiciário na pauta da próxima sessão do CSJT, marcada para o dia 28 de agosto.

No dia 25 de julho, a coordenadora geral da Fenajufe, Mara Weber, havia estado na Secretaria Geral do CSJT para tratar do mesmo assunto e recebeu do secretário geral, Orlando Tadeu de Alcântara, a cópia da minuta da resolução.

Dois meses antes, os coordenadores da Fenajufe, Cledo Vieira, Edmilton Gomes e Luis Cláudio Correa foram ao CSJT para uma audiência com o ministro Aloysio Corrêa da Veiga, mas um problema de falecimento na família do relator fez com que a audiência fosse remarcada.

Mas após esta última visita parece que, finalmente, o processo será colocado em pauta pelo CSJT. A efetivação deste reenquadramento deve corrigir uma grande injustiça cometida contra os auxiliares. “Em 1996, apenas alguns tribunais fizeram a devida transformação do cargo de auxiliar em técnico judiciário, mas grande parte da categoria ainda espera a correção”, afirma Jacqueline Albuquerque, que também é auxiliar judiciária à espera do reenquadramento.