Fenajufe conquista equiparação do valor do plano de saúde para servidoras e servidores da Justiça Eleitoral


­Confirmação do reajuste veio após série de encontros com o diretor-geral do TSE; novo valor será R$ 546,00 

O valor per capita do plano de saúde dos servidores da Justiça Eleitoral passará a ser R$ 546,00.  A equiparação se deu após atuação decisiva da Federação, que vinha dialogando sobre essa pauta desde junho com diretor-geral do TSE, Rui Moreira. Essa luta vem sendo encampada também pelo Sintrajusc, que por diversas vezes esteve em Brasília reivindicando o reajuste dos Benefícios Sociais junto aos Tribunais Superiore

Em reunião em junho, Moreira informou que já estava trabalhando para reparar um problema histórico: a diferença entre os valores per capita do plano de saúde dos servidores e das servidoras do TSE e dos Tribunais Regionais Eleitorais. Os valores atuais são de R$ 508,16 e R$ 401,81, respectivamente.

No Encontro Nacional das Servidoras e Servidores da Justiça Eleitoral da Fenajufe (ENEJE), ocorrido nos dias 23 e 24 de julho, o tema foi tratado mais uma vez. Na ocasião, o diretor geral foi questionado sobre o novo valor estabelecido pela Justiça Federal. O DG informou, então, que haveria “novo reajuste em 2023, com o objetivo de diminuir a diferença entre os valores definidos para o TSE e TREs. A ideia era “reduzir em 50% essa diferença.”

O terceiro encontro com o diretor geral ocorreu na última segunda-feira (8), três dias após a Fenajufe conquistar para os servidores e servidoras  da Justiça do Trabalho a equiparação com o valor do auxílio saúde estabelecido pela Justiça Federal.

Nesta reunião, a Fenajufe solicitou a equiparação, ainda 2022, aos R$ 546,00 definidos pelos demais ramos do Judiciário, argumentando que a Justiça Eleitoral seria a única a manter valor bem abaixo. Após a reunião, o DG solicitou os cálculos para verificar a viabilidade do pedido.

Nesta quarta-feira (10), a Federação obteve a confirmação de que o pedido da Fenajufe será atendido.

Vale ressaltar que a forte atuação da Fenajufe foi determinante para o resultado positivo, visto que a unificação dos valores pagos a título de benefícios (saúde, alimentação, creche) sempre foi defesa da Federação.

Da Fenajufe