Dirigente sindical da UFSC sofre ameaça de morte


Por Tina Braga

Os trabalhadores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) denunciaram hoje ameaça de morte contra uma das coordenadoras-gerais do sindicato da categoria, Elaine Tavares.

Através de mensagens encaminhadas pela Internet, a dirigente sindical foi ameaçada de morte juntamente com sua família.

Elaine, que está à frente da greve dos servidores técnico-administrativos da UFSC que lutam para que o Governo Federal cumpra acordo firmado com a categoria, recebeu o apoio da Coordenação Local de Greve e do Comando Nacional de Greve da Federação de Sindicatos de Trabalhadores das Universidades Brasileiras (Fasubra).

O Sindicato dos Trabalhadores da UFSC registrou o caso na Polícia Civil, Polícia Federal e no Ministério Público Federal.

A Coordenação Local de Greve aprovou moção em repúdio à ameaça contra a servidora da UFSC.