Depois da polêmica, INSS volta a pagar benefício bloqueado a idoso com mais de 90 anos


Por Marcela Cornelli

O INSS retomou ontem o pagamento dos benefícios dos aposentados e pensionistas com mais de 90 anos de idade.

O pagamento dos benefícios havia sido bloqueado na semana passada pela circular 30, que determinou o recadastramento dos segurados que tivessem mais de 90 anos e recebessem seus benefícios há mais de 30 anos.

Após a repercussão negativa do bloqueio do pagamento dos aposentados, o Ministro da Previdência, Ricardo Berzoini, pediu desculpas aos aposentados, reconhecendo o erro e voltou atrás.

Com isso, o pagamento dos benefícios foi desbloqueado e o novo sistema de recadastramento ainda está sendo regulamentado.

O bloqueio do pagamento afetou cerca de 105 mil aposentados em todo o país e levou idosos com mais de 90 anos a enfrentar filas nas agências do INSS.

Segundo o governo, o objetivo do recadastramento era reduzir o número de fraudes. A estimativa da Previdência é de que dos 105 mil aposentados que se incluem nessa situação, 30 mil seriam irregulares.

No entanto, especialistas criticaram a posição do governo em querer acabar com as irregularidades, atingindo os aposentados com mais de 90 anos, que nem de longe são os responsáveis pelas fraudes na Previdência.

Para fazer o recadastramento é necessário apresentar um documento com foto, como RG, carteira de identidade. Para atualização do endereço não é necessária a exigência de qualquer comprovante de residência.

Da Redação com informações da Folha Online