Bush manipulou dados sobre Iraque, acusa centro de estudos


Por Janice Miranda

Um importante centro de estudos nos Estados Unidos acusou autoridades do governo Bush de sistematicamente manipular a ameaça das armas de destruição em massa do Iraque na contagem regressiva da guerra.

O instituto Carnegie Endowment for International Peace, considerado de centro-esquerda, que se opôs ao conflito no Iraque, disse ter examinado centenas de documentos e entrevistado dezenas de especialistas num período de seis meses.

Num relatório, o centro diz que as autoridades governamentais americanas tornaram a questão das armas nucleares, químicas e biológicas do Iraque como uma ameaça só, apesar dos diferentes níveis de perigos que elas oferecem.

Já o jornal The New York Times menciona funcionários do alto escalão do governo Bush como fonte da informação de que 400 soldados americanos teriam sido retirados do Iraque onde estavam participando da busca por armas químicas e biológicas.

Fonte: BBC Brasil