13,23% É RETIRADO DE PAUTA NA SEGUNDA TURMA DO STF


A RCL 14.872, onde a União pede a suspensão do pagamento referente ao reajuste de 13,23%, reconhecido aos servidores da Justiça do Trabalho, foi retirada da pauta de julgamento da Segunda Turma do STF nesta terça-feira (10/5).

A informação foi dada pelo próprio relator, ministro Gilmar Mendes, pouco antes do início da sessão, aos advogados que representavam as entidades dos trabalhadores: o ex-ministro do STF, Carlos Mário Veloso Filho – quem faria a sustentação oral -, Ibaneis Rocha, Renato Barros, Marlucio Bonfim e Johann Homonnai Júnior.

Acompanharam a sessão os coordenadores da Fenajufe Adriana Faria, Costa Neto, Gerardo Lima, José Aristéia, Edmilton Gomes e Elcimara Souza. Também estiveram presentes representações de vários sindicatos, como Maria Eliete Maia e Jeferson Viana, do SINJE/CE; Antônio César Medina e Eliezer Inácio de Oliveira, do Sindjufe-MS; Junior Alves e Ednete Bezerra, do Sindjus/DF; Paulo Cezar Silva dos Santos, do Sinjuspar/PR e Mariana Ornelas e Valter Nogueira, do Sisejufe/RJ, além do presidente da Asstj, Wite Franco Villela e servidores da base do Distrito Federal.

Da Fenajufe