Votação da reforma na CCJ do Senado continua hoje


Por Marcela Cornelli

O senador Tião Viana (PT-AC), relator da proposta de reforma da Previdência, admitiu que o texto pode ser alterado ainda na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). A votação da proposta continua nesta terça-feira (30/9), a partir das 14h, com a votação dos 200 destaques apresentados pelos senadores. O texto base foi aprovado na última quarta-feira (24/9).

O relator disse que há possibilidade de mudanças em relação a quatro pontos da reforma previdenciária: os valores dos subtetos salariais nos estados, a eliminação da cobrança de inativos em condições especiais (aposentadoria por invalidez), o controle social da Previdência e a instituição de regras de transição para os atuais servidores.

Tião Viana previu que a reunião da CCJ poderá ter 15 “grandes votações”. Os temas constantes das emendas dos senadores seriam agrupados, para facilitar a votação. Mas o líder do PFL, José Agripino (RN), acha difícil que se trabalhe desta forma.

“É pouco provável que se avaliem 200 emendas em apenas um dia”, afirmou Agripino.

Da Redação com informações da Agência Brasil