Um ano de luta pelo PCS


No próximo dia 31, completa-se um ano do começo da luta pelo PCS. E esta data marcará o início de uma semana de intensas mobilizações em todo o País para que o PCS seja finalmente votado no plenário da Câmara dos Deputados. O Sintrajusc realiza assembléia e ato com bolo para marcar a data, em frente ao TRE, no dia 31 de agosto.
A reunião ampliada da Fenajufe deste final de semana decidiu que os servidores de todos os estados façam grandes manifestações em frente aos prédios da Justiça Eleitoral entre os dias 31 de agosto e 6 de setembro. Os delegados também aprovaram realizar no dia 5 de setembro um Dia Nacional de Mobilização, com paralisações, atos públicos e assembléias nos locais de trabalho. Como o foco neste momento são as eleições, nada como chamar a atenção da mídia para a luta dos servidores com grandes manifestações em frente à Justiça Eleitoral. A data final da semana de mobilizações coincide com o final do último período de esforço concentrado do Congresso Nacional, que acontece entre os dias 4 e 6 de setembro. Se não houver aprovação do projeto de lei do PCS nesta data, só após as eleições.
Ao mesmo tempo dos atos em todos os estados, a ampliada da Fenajufe definiu que os sindicatos de base devem mandar delegações para pressionar os deputados durante o período de esforço concentrado do Congresso Nacional, em Brasília, além de continuar a enviar correspondências para os parlamentares. Pressão nos estados e na Capital Federal são as fórmulas para tentar colocar definitivamente o PCS na pauta de votação da Câmara.
Até lá, os servidores devem contatar os deputados que têm base eleitoral em seus estados para garantir o número de votos necessários à aprovação do projeto de lei.
Os servidores devem participar das atividades para mostrar aos parlamentares que a eleição é importante, mas não às custas dos interesses dos eleitores, no caso, os servidores do Judiciário Federal de todo o País.