Técnicos da Receita param hoje por tempo indeterminado


Por Marcela Cornelli

Os mais de 7 mil técnicos da Receita Federal no País entram em greve hoje por tempo indeterminado. A principal reivindicação da categoria é um plano de reestruturação na fiscalização tributária. Segundo o presidente do Sindicato Nacional dos Técnicos da Receita Federal (Sindireceita), Reinaldo Puggy, o governo havia prometido entregar um plano para reestruturação da Receita. “Não estamos fazendo uma greve para confrontar o governo. Se eles (governo) entregarem um projeto, a categoria suspende a greve”.

Puggy disse que os técnicos exercem funções muito além do cargo e sem ganhar nada a mais por isso. “Um plantonista da Receita chega a trabalhar 18 horas a mais do que técnicos de outros órgãos, por falta de gente para render”, denunciou.

A falta de pessoal, segundo Puggy, tem gerado situações de perda de arrecadação. Ele citou a fiscalização no Porto de Santos, que dos 1,37 milhão de conteineres desembarcados, apenas 1% foi fiscalizado. “Chegamos a uma situação limite”.

Dados do Sindireceita revelam que em Santos as autuações vêm caindo nos últimos anos. Em 2002 foram 1.153 autuações, que renderam aos cofres públicos em multas e impostos R$ 100 milhões. Já em 2003 esse número caiu para 696 autuações e recolhimento de R$ 47 milhões.

Fonte: O Estado de SP