Sintrajusc reúne-se com DG do TRT-SC para discutir situação da Justiça do Trabalho


Seguindo decisão do 9º Congresso do Sintrajusc, realizado dias 14 e 15 de setembro em Florianópolis, a direção do Sindicato está atuando junto às Administrações e em Brasília para defender os interesses dos servidores no orçamento dos Tribunais. Na quarta-feira (2), a coordenadora Denise Zavarize reuniu-se com a diretora geral do TRT-SC, Ana Paula Volpato Wronski.

O Sindicato levou a preocupação com mudanças na Justiça do Trabalho sob a justificativa de que ou é isso ou a JT será extinta. Nos últimos anos, estudos têm gerado resoluções que afetam profundamente a estrutura da JT, levando à movimentação de servidores sem considerar realidades regionais.

Um agravante é a destinação de orçamento ainda mais enxuto para o ano que vem. Por isso outra preocupação é o pagamento de passivos, e a resposta foi que os recursos estão vindo “carimbados” do CSJT, com pouca margem de atuação pelos tribunais. Por força da Emenda Constitucional 95, também há impedimento à reposição de pessoal. Do ano passado para cá, 145 servidores se aposentaram na JT catarinense e há mais 15 processos em tramitação. Com aposentadorias que chegam perto de 10% do quadro de pessoal, a coordenadora Denise alertou para a possibilidade de mais adoecimentos e piora no ambiente de trabalho.

Diante desse quadro, o Sindicato informou a diretora geral sobre o encontro estadual que o Sintrajusc irá fazer dia 16 de outubro, no auditório do TRT-SC, para debater com os servidores a situação da Justiça do Trabalho e definir a pauta dos servidores de Santa Catarina a ser levada no Encontro Nacional, dias 26 e 27 de outubro em Brasília (mais informações em breve). Outra iniciativa será a ida a Brasília para discutir a questão orçamentária diretamente com os Tribunais Superiores.