Sintrajusc faz arrastão em Brasília pelo PCS


Mesmo achando que sem greve a pressão nos gabinetes não será suficiente para a aprovação do PCS, o Sintrajusc mandou representantes a Brasília para pedir apoio aos deputados federais catarinenses à aprovação do projeto de lei, que está parado na Câmara. A categoria foi representada pela coordenadora do Sintrajusc Ângela Albino e pelos servidores Guido Mannes, Marli Albuquerque e Fernando Machado. Durante os três dias em que estiveram em Brasília, os servidores visitaram 15 gabinetes de deputados. Quatro parlamentares não foram encontrados.
Os servidores entregaram aos parlamentares um memorial contendo carta pedindo apoio pela aprovação do PCS, os projetos de lei do PCS do Judiciário Federal, ofício do ex-presidente do STF, ministro Nelson Jobim, encaminhando a decisão do CNJ ao presidente da Câmara, Aldo Rebelo e o relatório da Comissão do Trabalho, na qual foi aprovado o projeto de lei.
A avaliação dos servidores é de que a atividade foi positiva, já que a maioria dos deputados declarou apoio ao PCS. Segundo os servidores, depois desse corpo-a-corpo, fica difícil para os parlamentares argumentarem desconhecer o projeto de lei do PCS.