Servidores do INSS discutem hoje indicativo de paralisação


Por Marcela Cornelli

Hoje os servidores da Saúde e Previdência estarão discutindo em Assembléia Geral o indicativo da paralisação para o dia 10, quarta-feira. O indicativo foi aprovado na Plenária Nacional da Categoria e objetiva pressionar o governo pelo cumprimento do Termo de Acordo assinado na greve realizada nos meses de julho e agosto de 2003.

A assembléia será realizada no auditório do Sintespe, a partir das 14 horas.

O Termo previa a extensão do pagamento do PCCS (47,11%), inicialmente para os servidores do INSS, a partir de dezembro deste ano, em cinco parcelas, até 2005. Desde o fim da greve, representantes da Fenasps, da CNTSS e da CUT iniciaram um processo de negociação para incluir os servidores do Ministério da Saúde e do Trabalho. Durante 90 dias as entidades buscaram viabilizar o cumprimento do Acordo, mas o governo vem ignorando a cobrança e fala em rediscutir tudo o que já estava acordado.

Uma nova Plenária, no dia 12 de dezembro, vai reavaliar a mobilização que tem os seguintes eixos de luta: 47,11% já, melhores condições de trabalho, Plano de Carreira elaborado pelos trabalhadores e cumprimento do Acordo de Greve.

Fonte: SINDPREVS/SC