Segurança nas eleições: Fenajufe solicita audiência com o TSE


As eleições gerais deste ano têm causado insegurança tanto na instituição eleitoral quanto nos servidores e servidoras. O motivo é caracterizado pelo avanço dos casos de violência direcionados à justiça, ao sistema eleitoral e à democracia. Com essa preocupação, a Fenajufe solicitou de forma urgente reunião com o vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, futuro presidente da Casa. O expediente, assinado pela coordenadora Fernanda Lauria e Manoel Gerson, representantes da Justiça Eleitoral, requer urgência.

Nos dias 23 e 24 de julho, os participantes do Encontro Nacional das Servidoras e Servidores da Justiça Eleitoral da Fenajufe,(ENEJE) manifestaram grande temor com o clima de violência que domina o país nesse momento e expressaram medo e insegurança durante o trabalho de preparação e realização das eleições de 2022.

No ofício, a Federação reforça que, em reunião anterior, com o ministro Fachin, o tema já foi abordado, no entanto ainda carece de ações concretas que proporcionem segurança às servidoras e servidores e viabilizem o exercício de cidadania da população.

Joana Darc Melo, da Fenajufe