Segundo encontro dos povos das florestas começa nesta terça-feira, 18/09


Índios, seringueiros, ribeirinhos, pescadores, quebradeiras de coco e representantes de organizações da sociedade civil retomam uma aliança histórica: o 2º Encontro Nacional dos Povos das Florestas, que começa nesta terça-feira [18] e prossegue até domingo [23], em Brasília.
A cerimônia de abertura ocorre na terça-feira [18], às 19 horas, no Teatro Nacional, Sala Villa-Lobos, com o show do cantor Milton Nascimento e a apresentação da Orquestra Sinfônica de Brasília.
O objetivo do encontro é unificar e fortalecer o movimento pela sustentabilidade dos povos tradicionais que vivem na Amazônia e nos biomas caatinga, mata atlântica, cerrado, pampa e pantanal. O evento é promovido pela Aliança dos Povos da Floresta, entidade composta pela Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira [Coiab], o Conselho Nacional dos Seringueiros [CNS], e o Grupo de Trabalho Amazônico [GTA].
Os debates ocorrem de quarta [19] a sexta-feira [21], no Centro de Convenções Ulisses Guimarães. Os participantes discutirão temas que estão na ordem do dia, como mudanças climáticas, redução da pobreza entre os povos tradicionais, conservação da biodiversidade, e o Programa de Aceleração do Crescimento voltado para o desenvolvimento socioambiental. Também serão discutidas alternativas à implementação de políticas públicas, que assegurem a sustentabilidade dos povos que vivem nas florestas.
No sábado [22], haverá a mostra de arte e artesanato, que terá início às 11 horas, no Jardim Zoológico de Brasília. No domingo [23], será feito um plantio de árvores, com o objetivo de neutralizar as emissões de carbono do encontro.
As inscrições ainda podem ser feitas pelo site www.povosdasflorestas.org.br, ou no local do evento. O endereço eletrônico também pode ser usado para ter acesso à programação do evento e outras notícias.

Fonte: Fenajufe