São Paulo protesta hoje contra impunidade no massacre do Carandiru


Uma manifestação contra a impunidade no massacre do Carandiru e em outros crimes semelhantes ocorridos no Brasil será realizada nesta segunda-feira, às 15 horas, nas escadarias da Catedral da Sé, em São Paulo. O ato público é promovido pela Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Vereadores da capital.
O massacre do Carandiru ocorreu em 2 de outubro de 1999, quando policiais militares, comandados pelo coronel Ubiratan Guimarães invadiram o Pavilhão 9 do presídio com o objetivo de conter uma rebelião. A operação resultou na morte de 111 detentos.
A manifestação desta segunda-feira (20) é um protesto contra a anulação do julgamento e da sentença do júri popular que em 2001 condenou o coronel a 632 anos de prisão pelas mortes de 102 detentos do Carandiru. A sessão que absolveu o militar foi realizada na última quarta-feira (15) pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, que julgou recurso ajuizado pelos advogados de Ubiratan. Como deputado estadual desde 2003, o coronel tem algumas prerrogativas. Ele voltará novamente ao banco dos réus, só que em julgamento no órgão especial do Tribunal de Justiça, não em júri popular como ocorreu há quase cinco anos.

Fonte: Correio Web