Próxima quinta é Dia Nacional de Luta contra o PLP 549/09


Além da intensificação da campanha pela aprovação dos projetos de revisão dos PCSs do Judiciário Federal e do MPU, a plenária do 7º Congrejufe, realizada no final de março em Fortaleza, aprovou a participação da categoria na luta contra o Projeto de Lei Complementar nº 549/09, que congela o salário dos servidores públicos nos próximos dez anos. O calendário de mobilização, aprovado por unanimidade na tarde de terça-feira [30], inclui o Dia Nacional de Luta contra o PLP 549/09, marcado para a próxima quinta-feira, 15 de abril.

As manifestações serão realizadas em Brasília e nos Estados e estão sendo puxadas pelas CUTs Nacional e estaduais e pelas entidades que compõem a Cnesf [Coordenação Nacional das Entidades dos Servidores Federais]. Vários sindicatos filiados à Fenajufe já estão realizando assembleias com a categoria para discutir a participação no Dia Nacional de Luta. Na Bahia, por exemplo, as assembleias promovidas pelo Sindjufe-BA aprovaram paralisação de 24 horas na próxima quinta-feira nos três ramos do Judiciário Federal.

Como parte do Dia Nacional de Luta, a Frente Nacional contra o PLP 549/09, composta por entidades nacionais dos servidores públicos, promoverá um ato em Brasília, na próxima quinta-feira [15], com concentração a partir das 9 horas, na Catedral de Brasília. De acordo com o diretor da Condsef [Confederação Nacional dos Servidores Federais] Pedro Armengol, os manifestantes sairão em caminhada da Catedral em direção ao Congresso Nacional, onde realizarão ato público com a participação de parlamentares e de diversas lideranças sindicais. Segundo ele, na segunda-feira [12], às 10h, será realizada uma reunião no Sinasefe para fechar os últimos detalhes do ato público em Brasília.

A Fenajufe orienta que todos os sindicatos se juntem às CUTs estaduais e demais entidades dos servidores públicos e participem das atividades em seus Estados no dia 15 de abril. Também orienta que enviem representantes para participarem do ato público em Brasília, promovido pela Frente Nacional contra o PLP 549/09.

“Precisamos fazer uma campanha forte conta a aprovação desse projeto nefasto, que vai congelar os nossos salários e engessar o serviço público até 2019. A luta pela revisão dos PCSs tem que ser casada com a luta pela derrubada do PLP 549/09. Por isso, orientamos que todos os sindicatos participem das atividades em seus estados e também enviem representantes para Brasília na próxima quinta-feira [15]”, explica Saulo Arcangeli, coordenador geral da Fenajufe.

Da Fenajufe – Leonor Costa